As saudades não são minhas;


- Quem foi que disse que eu senti sua falta?- Lucy esbravejava ao ver Thiago na porta da varanda,com a mão na maçaneta e com cara de deboche.
- Eu sei que sentiu,eu senti,você sentiu,nosso coração sentiu. - então ele se aproximou arrancando um beijo desprevenido da boca aberta sem palavras de Lucy.
- Oras, Oras seu seu.. - Lucy começou a chorar o abraçando forte e dizendo em silencio que o amava.
E o amava mesmo. A saudade fora tanta,que nem se lembrava mais dela,de tão acostumada que ela já tinha se tornado.
- A algo mais a explicar? - perguntou ela lacrimejando. - Eu te amo, e você formou um grande buraco em mim. Mais com o tempo,minha saudade se aquietou percebendo que cada hora que eu olhava a janela você não estava lá me atirando uma rosa.- ela fungou. - Mais seu retorno me proporcionou uma sensação estranha. Uma vontade de  te possuir, agora sim,vejo que te amei de verdade. - ela o beijou.
Percebendo o impacto de suas palavras sobre ele,ela viu que aquele ar de deboche já não estava mais nos olhos  azulados dele.
- A minha pequena virou poeta agora? - ele perguntou depois de muito tempo em estado de choque.
- Sua pequena? - ela olhava para os próprios pés que estavam na pontinha dos calçados. - Sentiu minha falta?
- É claro, é como você estivesse lá mais me recusando,então sentia uma enorme,e culpa,uma saudade duas vezes maiores.
- Eu me acostumei com a saudade dando forças para meu status solteira. Mais sabe o que era? - ela pigarreou- A minha saudade era a sua,com mais força.
- Devia ser mesmo,minha pequena.
E eles ali ficaram,trocando olhares e carícias,até a saudade ir embora de vez.

8 comentários:

Bell Souza disse...

Saudades, e quem não sente? Pequena... essas expressões de carinho são tudo.

♥♥NaNnA BeZeRrA♥♥ disse...

Eita, dor desgramada...
Saudade é dor dói demais!
Achei tão lindo o seu texto, q me vi, nas pontas dos pés, beijando meu amado, dizendo pra ele q o tempo parou quando ele não estava alí...
lindo!

Millene disse...

Own, sério lindo mesmo, uma graça seu blog *-*

Ceres        disse...

Nossa, que lindo o seu texto.
Eu gostei mesmo.
E também sei muito bem o que é sentir saudade de quem se ama.
Parabéns.

Ana disse...

caramba que conto lindo!
adorei mesmo, saudade é dolorosa demais. que lixo, saudade nao deveria existir, mas esse amor mostrou que supera tudo! achei DEMAIS MESMO! *-*

Gêsa disse...

Lindo seu texto. (:

http://cultb.blogspot.com/

Guilherme Augusto Codignolle Souza disse...

Saudade é algo tão presente no nosso cotidiano... Ainda mais cmg, vida meio cigana, mts conhecidos espalhados por bons momentos pelo país. Qualquer texto a respeito acaba me abalando...
Vc acabou conquistando um seguidor. ^^


Eu também tenho um blog, quando puder passa la e me segue também se gostar do que encontrar:

http://codignolle.blogspot.com

Meu Twitter (Se você tiver):

http://twitter.com/guicodignolle

o/

Andressa disse...

Uau, que romântico.
Sucesso !
beijos.

Postar um comentário

Obrigada por vir comentar. Sempre procuro retribuir, e estou sempre vendo as atualizações dos que sigo, espero que vocês façam isto também,obrigada pelo carinho e um beijo aos que gostam e que seguem.